Em nossa casa, e seguindo os hábitos de solteiros, sempre houve animais pois ambos crescemos na sua companhia e partilhamos esse gosto pela companhia dos animais. Tivemos peixes tropicais e durante anos divertimo-nos a fazer criação de diversas espécies; Tivemos pássaros (piriquitos e canários); Tivemos hamsters; Tivemos o Duke (um boxer) que nos preenchia por completo as expectativas que se tem quando pensamos em ter um cão de tal forma que não me atrevo a ter outro pois certamente me vai desiludir pois muito dificilmente será comparável... e apesar de já ambos termos tido gatos, não tinha havido ainda nenhum que nos cativasse a ponto de reconhecer uma paixão extraordinária além do nosso normal gosto por animais. Tudo mudou com um pequenote abandonado que me escolheu para seu dono, foi assim: foi em 1996, o Duke já existia nas nossas vidas e tinha ficado em casa a estudar pois tinha um exame nesse dia. Quando saía de casa e me dirigia para a paragem do autocarro fui abordado e perseguido insistentemente por um pequeno ser que com grande atrevimento se atravessava no meu caminho roçava-se nas minhas pernas miava insistentemente e quase que me saltava pró colo alheio á minha pressa para não perder o autocarro... mas acho que ele percebeu, e por isso insistiu, que os seus miados a pedir tudo o que devia ter, me comoviam. E foi assim que o Bernardo (mais conhecido por Beny) entrou nas nossas vidas e á medida que crescia e desenvolvia a sua personalidade foi criando um standard do que esperávamos de um gato.
O Beny era um pouco maior que os outros gatos e tinha pelo semi-longo, brincava connosco como se fosse um cão, estava sempre ao pé de nós, e não era muito independente e sofria com as nossas ausências. Não era de nenhuma raça pura (mas certamente dum cruzamento) mas tinha uma nobreza demarcada na sua personalidade mais importante do que qualquer raça ou pedigree, o que deixou um vazio quando nos deixou.
Isto leva-nos aos Maine Coons pois são parecidos com o Beny principalmente no carácter. Os Maine Coon são gatos grandes muito dóceis, brincalhões e companheiros e poderia dizer muita coisa para descrever o seu feitio mas a melhor descrição que já li é a que deixo aqui: São os gatos que mais se assemelham a um cão.
Não há muitos em Portugal e por isso, quando decidimos que queriamos ter um, optámos por fazer criação para que mais pessoas possam ter o privilégio de ter a companhia de tão extraordinário animal.

Hunter's Spirit

Gatos Maine Coon

Gatos Maine Coon

Hunter's Spirit
aaaaaaaaaaaaiii